Ana Dantas - Nutrição que Funciona

Este Blog não contém receitas unicamente light ou estritamente "saudáveis", portanto antes de iniciar qualquer dieta ou cardápio , procure um nutricionista.
Antes de realizar qualquer receita, leia atentamente e entenda, para depois inicia-la.



terça-feira, 7 de julho de 2009

Salada de Bardana com cenoura


Na última semana estive passando uns dias em Ribeirão Preto, e fui à um restaurante de comida natural oriental. Nenhum prato continha carne, de nenhuma espécie. Tudo era maravilhoso e com um paladar perfeito, fui à cozinha para aprender, mas infelizmente a cozinheira era chinesa legítima e não falava português. A única receita que consegui por conta própria foi essa salada de bardana, que é maravilhosa. Pode ser consumida como salada e também como refogado, acompanhando arroz e um peixe grelhado ou peito de frango.
Para quem não conhece a bardana é uma raiz e é facilmente encontrada nos supermercados orientais, mais comumente chamada pelos orientais como gobô.
Aqui está a raiz de bardana ou gobô. Sua casca é fina e de fácil remoção. Assim que descascá-la coloque na água, pois escurece rapidamente.
Essa receita originalmente recebe o nome de "Kimpirá Gobô"e entre os descendentes de japoneses é muito comum fazê-la sempre para as refeições. Vamos à ela:
INGREDIENTES:
1 raiz de bardana;
1 cenoura;
1 colher (sobremesa) de óleo de canola;
1 colher (sobremesa) de sementes de gergelim;
Shoyu;
um pedacinho de cebola em tiras finas;
1/2 colher (café,muito rasinha) de adoçante em pó;
MODO DE PREPARAR:
Lave bem a bardana, descasque e corte em lâminas, no fatiador de legumes. Depois corte novamente em tirinhas.Colocando imediatamente na água, para que não escureça.Faça o mesmo procedimento com a cenoura.
Aqueça uma panela, coloque o óleo, a cebola e junte a bardana e a cenoura, tampe e deixe abafar e cozinhar por alguns minutinhos.
Junte o gergelim. Eu costumo comprar o gergelim crú, e quando vou usá-lo, passo na frigideira para tostá-lo. Dessa maneira ele solta todo seu aroma peculiar.
Junte o gergelim e o molho de soja, o Shoyu aos poucos para não ficar salgado.
A bardana e a cenoura ficam crocante, logo, não deixe cozinhar demais.
Essa receita rende 2 porções, sendo que cada uma terá aproximadamente 150 kcal cada.
um beijos à todos!

3 comentários:

Day by Day disse...

Oi Ana adorei seu blog e as receitas, vou coloca-la nos meus favoritos para voltar sempre aqui.
bjs

Anamnese disse...

Ana, olha só quanta coincidência: estava procurando uma receita com bardana e encontrei seu blog! E você fala que esteve em Ribeirão, onde comeu num restaurante oriental e vegetariano. Eu moro em Ribeirão e agora estou curiosíssima pra saber o nome do restaurante!!! E tem mais: vi seu perfil - também sou dentista e... sou de Duartina!!!
Parabéns pelo blog delicioso!

♥♥♥ Bel ♥♥♥ disse...

Ana, eu recebi uma indicação de uma amiga queridíssima sobre as vantagens da Bargana. Trata-se de um alimento muito rico para nosso organismo. E agora, fiquei mais feliz encontrando as dicas de como preparar a Bardana.
Obrigada pelas dicas.
Beijos enormes.
Isabel C. Mota