Ana Dantas - Nutricionista

Este Blog não contém receitas unicamente light ou estritamente "saudáveis", portanto antes de iniciar qualquer dieta ou cardápio , procure um nutricionista.
Antes de realizar qualquer receita, leia atentamente e entenda, para depois inicia-la.




domingo, 2 de setembro de 2018

Rocambole de Muçarela de Bufala



Rocambole de muçarela de búfala
 
 

Fica tão lindo, e parece tão sofisticado, que não dá pra acreditar que é tão fácil e prático de preparar. Demora mais para ir ao  supermercado, mas se você se planejar.... É simples! Geralmente essa manta, fica na sessão de queijos, queijos confeccionados com leite de búfala, então, é só ir com calma, e procurar.

 
Ingredientes: 
  • 1 Manta de muçarela de búfala
  • Requeijão cremoso....eu não uso o light;
  • Rúcula. Limpa, lavada e seca.
  • azeitonas...... geralmente coloco tomate seco.
Recheio de gorgonzola:
  • Gorgonzola
  • Cranberry desidratado
  • nozes quebradas
  • requeijão cremoso

Preparo:

Abra a manta, mantendo o plástico por baixo dela (para ajudar a enrolar depois). Coloque umas 3 colheres de requeijão cremoso, espalhando por toda a superfície. Corte a rúcula, e espalhe sobre a manta, espalhe as azeitonas cortadas.....Como está assim da foto ao lado.........

Se for fazer com o outro recheio, basta fazer da mesma maneira, e enrolar.



Muito fácil, não é?
Para acompanhar, como é um prato frio, eu servi com folhas de alface roxa e alface americana, e tomate em cubos, temperados com sal, azeite de oliva extra virgem e pimenta com lúpulo.







Panqueca sem Glúten (massa de grão de bico)

 

Receita nova sempre é bem vinda...Essa receita de panqueca é direcionada para aquelas pessoas que tem uma necessidade especial em relação à retirada do glúten da dieta do dia a dia. Geralmente são três grupos que tem essa necessidade :  o 1º grupo dos intolerantes do glúten, que não têm uma doença propriamente dita; o 2º grupo, pessoas que apresentam Doença celíaca, que têm uma intolerância decorrente de alterações imunológicas – a doença autoimune –, e apresentam sintomas crônicos mais importantes; o 3ºgrupo é o de pessoas alérgicas ao glúten, esses pacientes alérgicos eles podem desenvolver os sintomas digestivos, respiratórios e cutâneos, podendo até ter um choque anafilático.

Fiz uma massa básica com proteína animal e opção veggie, e o recheio você faz do que tiver à disposição ou lhe for conveniente. Também pode fazer apenas a massa e servir com tomates picados temperados, que foi como eu comi....Aproveite restos de carne de panela desfiada, carne moída refogada, peito de frango desfiado, queijo (muçarela ralada, queijo minas fresco ou curado picado, queijo processado, restos de queijo), verdura refogada bem seca (chicória cozida, espinafre, brócolis, couve-flor, etc.),quinoa temperada, enfim o recheio pode ser em qualquer que seja sua preferência, onívoro , vegetariano ou vegano, assim como a massa.

Ingredientes


Massa :                                                                    

  • 2 xícaras(chá) de farinha de grão de bico;       
  • 1 xícara de leite de saquinho;                    
  • 1 ovo caipira ;                                                    
  • cúrcuma em pó, sal o suficiente;    
  • ervas à vontade ;                    
  • manteiga para "fritar".
Massa Vegana:
  • 2 xícaras(chá) de farinha de grão de bico;
  • 2 xícaras (chá) de água filtrada;
  • cúrcuma em pó, temperos e ervas à vontade;
  • azeite para "fritar". 
 
 
 
 

 

Para preparar, basta bater todos os ingredientes no liquidificador até ficar uma massa homogênea.
Para "fritar", unte com manteiga ou azeite de oliva, dependendo da opção veggie ou não, usando a mesma porção para cada vez, eu uso meia concha como medida, assim as panquecas ficam do mesmo tamanho. Essas de farinha de grão de bico, faço mais grossinhas, pois são deliciosas. 

Servi as panquecas com tomates picados, e temperados com azeite, sal e pimenta.
Todos amaram...

Faça também, é super fácil de preparar.
Ótimo final de semana à todos.

 

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Caneloni de Berinjela

 

 

 Pra mim, sempre é um desafio, querer gostar de um alimento que ainda não gosto. Nessa receita usei dois, que não gosto: berinjela e banana. A combinação deu certo, me inspirei numa receita dada por um restaurante Plant Based  de São Paulo , Simplesmente. A inspiração foi ótima, e adorei comer berinjela com banana, surpreendente o sabor. Ah! e o molho de tahine é fundamental, não deixe de fazê-lo.

Ingredientes para caneloni:
  • 1 berinjela em fatias finas.
  • 1 banana amassada
  • tempero que goste, como salsa ou cebolinha picadinha;
Molho:
  • azeite de oliva extra-virgem
  • tahine - que é pasta ,de uso culinário árabe, de gergelim, encontra facilmente em qualquer supermercado
  • suco de limão, qualquer tipo de limão;
  • sal opcional;
Preparo:
Corte a berinjela, e deixe um minutinho na água com sal e vinagre. escorra, e seque com papel toalha.  e numa frigideira com um pouquinho de azeite, grelhe, até sair o aspecto de cruas.
 
 
 
 
 
 

 
 
 
 
Para o recheio, que será de banana, só amassei a banana com garfo e salpiquei salsinha bem picadinha, e nem salguei, deixei com o sabor doce da fruta.
 
 
 
 
 
Disponha as fatias de berinjelas uma ao lado da outra, ou se quiser, pode fazer em rolinhos
individuais, tanto faz. recheie e enrole.

Molho: junte uma 4 colheres de azeite de oliva + 1 colher (sobremesa) de Tahine (que é uma pasta de gergelim), suco de limão(coloque uma quantidade que goste, e sal se for necessário.
 

Rocambole de abobrinha

 
 

Saber que  os vegetais tem que fazer parte da nossa alimentação, nós sabemos, mas comer da mesma maneira diariamente, ou durante toda a vida, é muito difícil, pra não dizer impossível. Então, sempre tento pensar, ou procurar variar, variações sobre o mesmo tema, eu digo. Que é mais ou menos assim: posso comer abobrinha minha vida inteira, mas pode ser raladinha, em cubos, crua, recheada,  assada, cozida, grelhada, com isso, com aquilo...entendeu? Posso variar o preparo, assim, dessa maneira, conseguirei comer "abobrinha" durante minha vida...Hoje apresento uma nova versão da abobrinha, Ela será a base do rocambole, como se fosse a massa, e ficou uma delícia, e,  até enjoarmos, será prato de 1X por semana, lá em casa!Vamos à receita:

Resultado de imagem para abobrinha menina
Para essa receita, usei a abobrinha menina, que é essa aqui ao lado. Ela é verdinha, e para o rocambole, escolho as que tem o "pescocinho" mais grosso, e a base (que é a parte com sementes) mais estreita. Pois essa parte com sementes não usarei, pois solta água (oriunda do próprio vegetal)
 
 
INGREDIENTES:
  • 1 abobrinha laminada (passada na lamina inteira do ralador, com cuidado para sair inteira);
  • 2 colheres (sopa) de creme de ricota da sua marca favorita;
  • 1 alho-poró inteiro, em aneis finos;
  • queijo parmesão ralado grosseiramente, ou pode ser de pacotinho;
  • Queijo Muçarela em fatias;
  • Recheio você escolhe: carne moída ou espinafre abafado ou frango desfiado, e é opcional. Se você quiser, pode ficar sem.
PREPARO:
Numa assadeira grande, cubra com uma folha de papel manteiga, unte com azeite de oliva, e polvilhe um pouco de queijo ralado
 
Deite, as fatias de abobrinha, uma fatia sobreposta a outra, como se fosse escamas de peixe..  Assim, como na foto-------------

 
 
Salpique um pouquinho de queijo ralado, e leve ao forno pré-aquecido, por aproximadamente 45/50 minutos
                                                                   Para cozinhar e secar a abobrinha.








Enquanto, está no forno, prepare o recheio. Refogue o alho-poró em pouquinho de azeite, se você quiser, eu não coloco nada, só abafo. Assim que estiverem ficando transparentes, adicione o creme de ricota, e reserve.









Pronto, as abobrinhas assadas e sequinhas, hora de rechear: coloque a pasta de alho-poró, cubra com fatias de muçarela. Assim já fica ótimo. Se quiser, pode nesse momento adicionar por cima dessa pasta de alho-poró, mais um recheio como carne moída refogada e bem sequinha, ou frango desfiado ,espinafre cozido ou peito de peru em fatias.
                                                             Todas as opções ficam boas, já testei!

Colocado recheio, você vai enrolar, delicadamente usando o papel como guia, e descolando as abobrinhas. Pronto, está pronto. Se quiser, pode colocar mais um pouco de queijo ralado (parmesão ou muçarela), e levar para dar essa queimadinha, como ficou na foto, lá de cima. Faça, fica muito bom!



terça-feira, 17 de julho de 2018

Mix de sementes

 Mix de sementes
Semana passada estive em um Congresso, o 9ºCongresso Brasileiro Glúten Free, mas, apesar do nome, a intenção não era eliminar o glúten da vidas de todas as pessoas, a intenção verdadeira era nutrir da melhor maneira o ser humano, de acordo com suas necessidades individuais. E, eu como nutricionista, gosto de associar nutrição à culinária. Sim, sou uma nutri que cozinha, e amo descobrir novos sabores com valor nutricional agregado. Aqui está uma boa mistura para acompanhar saladas, ou como snack saudável.
 
 
 
 
Ingredientes:
  • 2 xícaras (das de chá) de sementes de abóbora ou +;
  • 2 xícaras (das de chá) de sementes de girassol ou +;
  • 1 colher (das de café cheia) de sal;
  • 1 colher(das de café cheia) de páprica defumada;
  • 1 colher (das de chá) de cúrcuma;
  • 1 colher(das de café)de gengibre em pó;
  • 1 pitadinha de alho em pó.
 
 
 
 
 
 
PREPARO:
Numa assadeira, coloque as sementes e levei ao forno para aquecê-las. Quando você perceber que essas sementes estão bem quentes, você irá tempera-las.
Coloque os temperos num potinho e adicione 2 colheres de água filtrada, dissolva bem .
As sementes estando bem quentes, quando você jogar o tempero úmido, ele se colará às sementes.
Misture bem, e volte a assadeira ao forno, para o tempero secas e aderir às sementes. Quando estiver bem seco, SEM QUEIMAR, tire do forno, deixe esfriar, e acondicione em um pote de vidro com tampa.
Essas sementes poderão ser consumidas na salada, ou como belisco, são deliciosas
 
 
 
                                                                                                                      
 

quarta-feira, 23 de maio de 2018

PIzza de Couve-Flor



 
__________Pizza De Couve-Flor __________
 
Tem cara de pizza, nome de pizza, mas não é pizza, e sim uma variação de como usar a couve-flor.
Ingredientes:
  • 1 Couve-flor ;
  • 1 Gema de ovo, sem a clara;
  • sal à gosto;
  • Muçarela ralada ou em fatias
  • Tomates em rodelas
  • Orégano;
  • azeitona.
Para a "massa":
Imagem relacionadaDê uma pré-cozida na couve-flor, por 3 a 5 minutos em água quente, escorra e seque com um pano de prato limpo.. Leve essa couve-flor ao processador com a gema e tiquinho de sal.Essa massa deverá ser estendida delicadamente em uma forma antiaderente redonda, e levada ao forno para pré assar.
Levar para assar. Geralmente eu não coloco na grade , e sim  parte mais baixa do forno, próximo da chama, para essa massa secar e tostar por alguns minutos. À partir daqui a massa já está pronta, e seca, sendo que poderá ser pré-preparada com antecedência.
Para o recheio:
À partir daqui, montar o recheio, que costumo fazer a clássica, com muita muçarela eu nunca coloco molho, para não encharcar a massa, e distribuo muitas rodelas de tomate e orégano. Levo novamente ao forno pré-aquecido para derreter tudo! Prontinha, Bom Apetite !
______________________________________________________________________________

Arroz de couve-flor



Resultado de imagem para couve-flor processada e congelada

---Arroz de Couve-Flor---


Como preparar a couve-flor:
Imagem relacionadaÉ simples, faça assim:

  1. Compre uma couve-flor bem branquinha ;
  2. Separe os floretes e o caule, lave em água corrente e seque com papel absorvente ou um pano de prato limpo;
  3. Leve essa couve-flor ao processador ou liquidificador, e pulse. Se quiser, pode passar no ralador, também dá certo.
  4. A partir daqui, você tem duas opções, ou preparar o "arroz" OU coloca-la em saquinhos zip e congela-la.

Arroz de couve-flor:

  1. Numa panela, a mesma que você prepara arroz, coloque um pouquinho de óleo, (ou azeite ou manteiga, ou uma gordura que você goste);
  2. Refogue alho espremido e cebola picadinha, deixando liberarem os aromas, mas não deixe queimar;
  3. Junte a esse refogado a couve-flor processada, e com uma colher, vá delicadamente refogando. Não precisa adicionar água!
  4. Adicione o sal, quando a couve-flor estiver quase cozida, e quando ela perder o gosto de crua, estará pronta. Pode adicionar pimenta, cheiro verde picado, ou qualquer outro temperinho conforme você e sua família gostarem.
Com essa base de couve-flor refogada, você poderá fazer qualquer opção como para o arroz, como risotos, e o arroz de todos os dias!

___________________________________________________________________________________